O cristianismo é bom para o mundo? (Christopher Hitchens e Douglas Wilson)

O cristianismo é bom para o mundo? (Christopher Hitchens e Douglas Wilson)

O cristianismo é bom para o mundo? (Christopher Hitchens e Douglas Wilson), da Garimpo Editorial, é um livro cheio de colisões de conceitos e idéias.

Sinopse do livro O cristianismo é bom para o mundo?

Uma revista norte-americana, em 2007, promoveu um debate entre dois pensadores, e o tema era “Até que ponto o cristianismo contribuiu para o progresso ou para o atraso do mundo? Que legados deixou para a sociedade moderna? Ele a ajudou no desenvolvimento da sociedade ou serviu apenas como obstáculo?”

Neste debate estavam o analista político e jornalista britânico Christopher Hitchens, e o bacharel em Estudos Clássicos, mestre em Filosofia e pastor da Christ Church dos Estados Unidos, Douglas Wilson.

O livro registra as polêmicas principais, desde as questões como a existência de Deus até porque existe o mal no mundo.

Características

ISBN: 978-85-62877-08-7
Páginas: 80
Tamanho: 14×20 cm
Categoria: Cristianismo
Ano: 2010

Download do ebook

O livro digital (ebook) “O cristianismo é bom para o mundo? (Christopher Hitchens e Douglas Wilson)” está disponível para download parcial em formato PDF.
Atenção: o Gospel+ não faz pirataria, esse download é parcial, o que significa que a Editora não liberou o download completo gratuito da obra em PDF. No botão verde e links abaixo você poderá consultar o preço do livro impresso ou ebook em formato EPUB se disponível. Clique abaixo para baixar:

↓ baixar livro parcial

Você não precisa fazer o download para ler o livro, utilize no “Visualizador de PDF” abaixo (caso não carregue por conta do tamanho do arquivo, clique acima “baixar livro”). Deixe sua opinião e voto para esse livro no final da página.

Comparar e comprar livro

Confira o preço e disponibilidade nas principais lojas virtuais:

Novidade! Adicionamos a Amazon.com.br, a maior loja de livros impressos e digitais do Brasil ↓
(mas não deixe de ver o preço em outras lojas!):

Comprar livro O cristianismo é bom para o mundo? (Christopher Hitchens e Douglas Wilson) na Amazon.com.brver preço
→ Comprar livro na Livraria Saraivaver preço

Livros cristãos e evangélicos por email!

Receba os melhores livros evangélicos em seu email grátis!
Lembre-se de ativar sua assinatura clicando no link de confirmação em seu e-mail:

RSS Feed

Seu email não é spam, nós respeitamos. Os livros são entregues pelo Google e podem ser cancelados a qualquer momento. Você pode também assinar via Feed RSS (?).


Você já leu esse livro?

2 pensou em “O cristianismo é bom para o mundo? (Christopher Hitchens e Douglas Wilson)

  1. O raciocínio de um religioso, embora possa parecer sempre lógico para os crentes, costuma ser muito singular. Nesse debate entre o ateu Christopher Hitchens e o teólogo-pastor Douglas Wilson, tal singularidade se observa. O pastor Wilson é bacharel em estudos clássicos e mestre em filosofia, tendo escrito vários livros.(1)
    Logo na orelha do livro-debate o teólogo diz: “Christopher Hitchens manifesta uma enorme indignação moral, mas, em face do [seu] ateísmo, gostaria que ele explicasse o porquê dessa indignação. Se Deus não existe, quem está preocupado com moral?”
    Os religiosos estão tão condicionados ao seu Deus que mesmo sendo Wilson um mestre em filosofia, ele e seus pares não conseguem perceber que a ética independe de qualquer crença religiosa. Ela é um produto intrínseco à vida em sociedade. É tão essencial que até os bandidos têm sua moral, a despeito de ser uma ética peculiar, á semelhança da norma tribal – só deles – pois não tem o caráter da universalidade, como deve ser.
    O Iluminismo e também as religiões contribuíram muito para a ética, mas esta decorre sobretudo da própria necessidade da convivência humana.
    Como eu disse no Divina Magia, “Será que precisamos de um Deus para achar que é importante ter solidariedade pelos outros, ter preocupação com o sofrimento das pessoas e até dos animais, ser honesto, ser responsável, reconhecer a dignidade de cada um? Será que precisamos de um Deus para achar que é errado matar, furtar, roubar, violentar, torturar, estuprar, etc? Por outro lado, segundo pesquisas nas prisões, 100% dos homicidas acreditam em um Deus”.

  2. A pergunta a qual você se refere vai mais além do que: eu preciso de Deus pra me preocupar com os outros.
    A questão é justamente a origem desse pensamento. O que de natural tem nisso. Por que me importo, ou não, com as pessoas.
    No debate, Hitchens fugiu inúmeras vezes de responder o por que, de onde, como… Eu até entendo a dificuldade que ele teve, até porque, como um fenômeno psíquico, espiritual, sobrenatural, seria explicado sem recorrer à existência de um Ser Superior, de Deus. Foi isso que Hitchens não ousou responder, pois não teria como fazê-lo sem se despir do ateísmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *