Feridos em nome de Deus (Marília de Camargo César)

Feridos em nome de Deus (Marília de Camargo César)

Feridos em nome de Deus (Marília de Camargo César), um lançamento da editora Mundo Cristão, é um livro que trata sobre aqueles que mesmo servindo a Deus e a seu povo acabam sendo feridos emocionalmente.

Sinopse do livro Feridos em nome de Deus

Quando a fé se deixa manipular, pessoas viram presas fáceis de toda sorte de abuso. A confiança autêntica e sincera em Deus é gradualmente substituída pela submissão acrítica aos desmandos de lideranças despreparadas.

Carentes de acolhimento são habilmente capturados pela manipulação emocional de líderes medíocres de plantão e ambos seguem de braços dados experimentando religiosidade fútil e meritória, barganhando a todo momento com Deus.

Por ser uma religiosidade descaracterizada da adoração sincera, mais cedo ou mais tarde o castelo de cartas desmorona deixando feridas abertas pelo caminho.

É esta relação doentia que a jornalista Marília Camargo desvenda em seu primeiro livro. Uma reportagem que avança pelos meandros da igreja evangélica brasileira liderada em boa medida por pessoas embevecidas pelo próprio poder de manipular e escravizar aqueles pelos quais Cristo morreu.

Ao lidar com feridas não cicatrizadas, em seu debut literário, Marília revela a urgência de um novo tipo de liderança, não autocrática, e de um novo membro, mais confiante em Deus e menos dependente do pastor local, a fim de que o espaço da igreja seja saudável, criativo e curador.

Feridos em nome de Deus é leitura obrigatória para quem anseia por um cristianismo saudável e libertador. Uma denúncia do falso evangelho pregado por falsos cristãos; um sopro dos bons ventos da graça de Deus, que definitivamente precisa triunfar entre nós.

Características

Código: 10660
ISBN: 978-85-7325-582-9
Código de barras: 9788573255829
Páginas: 160
Tamanho: 14×21
Categoria: Igreja
Ano: 2009

Download do ebook

O livro digital (ebook) “Feridos em nome de Deus (Marília de Camargo César)” está disponível para download parcial em formato PDF.
Atenção: o Gospel+ não faz pirataria, esse download é parcial, o que significa que a Editora não liberou o download completo gratuito da obra em PDF. No botão verde e links abaixo você poderá consultar o preço do livro impresso ou ebook em formato EPUB se disponível. Clique abaixo para baixar:

↓ baixar livro parcial

Você não precisa fazer o download para ler o livro, utilize no “Visualizador de PDF” abaixo (caso não carregue por conta do tamanho do arquivo, clique acima “baixar livro”). Deixe sua opinião e voto para esse livro no final da página.

Comparar e comprar livro

Confira o preço e disponibilidade nas principais lojas virtuais:

Novidade! Adicionamos a Amazon.com.br, a maior loja de livros impressos e digitais do Brasil ↓
(mas não deixe de ver o preço em outras lojas!):

Comprar livro Feridos em nome de Deus (Marília de Camargo César) na Amazon.com.brver preço
→ Comprar livro na Livraria Saraivaver preço

Livros cristãos e evangélicos por email!

Receba os melhores livros evangélicos em seu email grátis!
Lembre-se de ativar sua assinatura clicando no link de confirmação em seu e-mail:

RSS Feed

Seu email não é spam, nós respeitamos. Os livros são entregues pelo Google e podem ser cancelados a qualquer momento. Você pode também assinar via Feed RSS (?).


Você já leu esse livro?

9 thoughts on “Feridos em nome de Deus (Marília de Camargo César)

  1. Boa tarde! Graça e paz! Sou ovelha da Comunidade Livre em Cristo do Pastor Diego, tive o privilégio de ler este livro o qual realmente é uma benção. foi meu filho mais velho que me indicou e me emprestou o livro. Ele me disse: Mãe parece que a auitora frequentou o mesmo lugar que nós estivemos a alguns anos atrás. Também fomos vítimas de uma manipuladora há 8 anos ficamos sob sua pressão psicológica, ela em nome de “Deus” quase acabou com nossa família inteira! Ela é todinha aquela pastora Sandra do livro, impressionante! como isso se aplica á vida da “Pastora Vânia” da comunidade Desafio em Cristo! Hoje ela que está no topo da sua vitoria espiritual como ela diz, pois acabou de ser consagrada a única mulher capelã na história da policia militar do Estado de São Paulo, tem um exército de subordinados e amedrontados á seus pés, dos quais eu e toda minha família faziamos parte, mas Jesus com sua infinita graça e misericórdia nos livrou da Jezabel, que em nome de “Deus”, largou seu marido, seu filho nas drogas, fez sua filha mais nova largar do esposo e pasmem: foram todos viver na mesma casa, ela com o sócio da radio pirata que ela ainda faz programas, a rádio só trocou de nome. A história dela foi basicamente a história da pastora Sandra do livro, mas esta ainda está no auge, até que o Senhor saberá como fazer, á nós só cabe orar para que Deus á seu tempo cumpra o propósito dele na vida dela. Aprendemos hoje que, apesar de tudo o que nos foi feito de ruim, a orar e amar estas vidas, pois Deus tem um propósito para tudo, até no que aparentemente nos causa transtorno e derrota, esta é a minha experiência que eu gostaria de deixar relatada aqui e dizer que a irmã continue firme neste propósito pois são muitas vidas que como nós , precisam saber que ainda há esperança e que Deus não pode ser culpado por causa de pessoas como estas,mas que Ele tem levantado pessoas como nós que vivemos esta experiência, para ajudar a levantar outros. Que Deus a abençoe abundantemente e que este trabalho seja muito mais divulgado, quanto mais divulgado, mais pessoas terão conciência e ficarão livres do jugo do homem. Desculpe ter me alongado muito mas não poderia deixar de relatar o que houve comigo e minha família! Na paz querida!

  2. Que coisa feia Mirian!
    Cuspindo no prato que comeu, denegrir a imagem de alguém que lhe estendeu a mão, quando vocês não tinham onde cair mortos, seu marido com a perna para ser amputada e “TODOS” vocês desempregados. Quem alimentou com mantimentos durante muitos anos da vida de todos vocês maridos e filhos, ajudou com recursos para que você pudessem trabalhar com um carinho de cachorro quente doado por um irmão da igreja, cuja igreja supriu os primeiros mantimentos para a venda. mantimentos esses que vocês nem se quer utilizaram para trabalhar!
    Essa mulher a quem você se refere de maneira tão errada, tem uma linda historia de evangelho e trabalho na causa do pai, enquanto você que foi prostituta,mulher de bandido, um filho de cada homem, e cujo “marido” você tirou de um lar para sustenta-la, que tinha idade de ser teu pai. O que foi de vocês depois de cuspirem no prato que comeram? Seu filho virou bandido, morto por um policial ao roubar a moto do mesmo a mão armada! Hoje, Deus tirou um pedaço de seu coração, por ser tão injusta e mentirosa!
    Se não quer ajudar não atrapalhe, pois aquele que não ajunta espalha como dizia Jesus.
    O que a pastora Vania tem de tempo em pregar o Evangelho, você nem tem de nascida e por longo tempo dela você viveu para destruir vidas e famílias com sua prostituição
    Seja pelo menos grata e sábia, pois sabedoria não ocupa lugar.
    Nunca esqueça do que foi feito por você e seus filhos na casa do senhor; de onde você foi tirada quando chegou ali, vendendo o cabelo na Universal para poder ser abençoada!
    Como se Jesus tivesse morrido na cruz para dar benção e não para salvação, mas como diz um velho ditado” pau que nasce torto, não tem jeito, morre torto”

    Admiradora e acompanhando o ministério da Pastora Vãnia a mais de 30 anos.

  3. O comentário da Mirian e a resposta da Maria, que li logo acima, ilustra com todas as cores bastantes que o caso do Marcos, comentado no livro, não é exceção e, sim, comum no meio eclesiástico.
    Obrigado, Maria, pela sua rica ilustração de manipulação emocional e de aplicação do sentimento de culpa entre cristãos e/ou evangélicos, que infelizmente é uma triste realidade.
    Tenho a lhe dizer que, se alguém ofereceu à Mirian um prato maravilhoso de cura, este foi Jesus.
    E que, se ela cuspiu nele depois que a comida acabou, pode ser que o próximo prato que lhe serviram tivesse até vindo vindo de Jesus também, mas estar contaminado com dedo humano. SE isso aconteceu, parabéns à Mirian por não idolatrar o prato que outrora trouxe comida de Cristo!
    Já que vc gosta de ditado popular, aqui vai outro: “Quem vive de passado é museu”. O servo de Cristo que se desvia da espiritualidade do seu Senhor é condenável, não importa quantos frutos conquistou no passado. A exemplo de Moisés, que cobria a cabeça com um véu por pura soberba, para que o povo não percebesse que seu rosto não brilhava tal como antes, um líder religioso pode arranjar vários subterfúgios pra não demonstrar que a nuvem se moveu e ele, preocupado em seu coração com coisas deste mundo (como por exemplo o reconhecimento de “grande servo” de Deus e o conforto que isso lhe traz), perdeu o rastro dela.
    Me enche de alegria o apóstolo Paulo ter deixado registrada essa “garantia” com respeito às nossas lideranças cristãs: “… há alguns que vos inquietam e querem transtornar o evangelho de Cristo. Mas, ainda que NÓS MESMOS ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema (isto é, considerado como oferenda a deus pagão)” (Gal 1:7-8). E ainda: “… subjugo o meu corpo e o reduzo à servidão, para que, pregando aos outros, eu mesmo não venha de alguma maneira a ficar reprovado.” (1 Co 9:27). Aleluia, esse apóstolo que foi “a exceção de Cristo”, sendo acrescentado por último, como o 13º apóstolo original da igreja, disse ser capaz de perder a Unção! Desceu do pedestal e declarou-se igual aos irmãos para os quais ensinava!
    Por favor, siga o conselho dele, Maria… Em seu coração, tire a sua pastora do pedestal. Aconselhe os outros membros a fazerem igual. Aceitem que ela pode errar, e errar feio, e orem por ela para que isso não ocorra! Quem sabe assim ela deixe de ser deusa aos olhos de vocês e tenha liberdade para ser uma simples escrava de Cristo?

    Mirian, quem se treinou para colocar alguém senão Cristo no pedestal corre o risco de apenas trocar de erro… cuidado!

    Abraços a todos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *