Deixe-me ser mulher (Elisabeth Elliot)

Deixe-me ser mulher (Elisabeth Elliot)O livro Deixe-me ser mulher (Elisabeth Elliot) foi escrito de mãe para filha em pleno movimento feminista em 1976, reunindo ensinamentos preciosos para nossos dias sobre o que é ser uma mulher cristã. Respondendo à pergunta “O que significa ser mulher?”, a autora aborda assuntos importantes e necessários, como liberdade, submissão, vocação e orgulho, descrevendo a identidade feminina a partir daquele que a criou. Seja você solteira, noiva, casada, viúva, jovem… [continue lendo]

Você já leu esse livro? Deixe seu comentário e/ou voto:


O sofrimento nunca é em vão (Elisabeth Elliot)

O sofrimento nunca é em vão (Elisabeth Elliot)O livro O sofrimento nunca é em vão (Elisabeth Elliot) mostra como o sofrimento é um meio de mostrar a soberania de Deus na vida do cristão. “Algumas situações difíceis têm ocorrido na minha vida, é claro, assim como na sua; e eu não posso lhe dizer: ‘Sei exatamente aquilo pelo qual você está passando’. Mas posso afirmar: conheço aquele que sabe. Então, cheguei à conclusão de que foi por meio… [continue lendo]

Você já leu esse livro? Deixe seu comentário e/ou voto: